Home | Crianças | A febre da carraça

A febre da carraça

Tamanho da fonte: Decrease font Enlarge font
image

publicidade

A febre da carraça manifesta-se mais frequentemente entre os meses de Abril e Setembro e é provocada pela bactéria rickétsia. Esta bactéria é transmitida ao homem através de cães ou roedores.

A população mais afectada são as crianças com menos de 15 anos.

Os primeiros sintomas após a picada da carraça surgem ao fim de uma semana. Geralmente surge febre, dores musculares e de cabeça, enjoo, vómitos e perda de apetite. Aparece mais tarde manchas e pápulas que se espalham pelo corpo todo, incluindo as palmas das mãos e plantas dos pés.

Para prevenir deve inspeccionar o seu cão ou outros animais domésticos de forma a verificar se têm carraças e colocar coleira de protecção. Para as retirar deve usar uma pinça o mais rente à pele possível, puxar com força sem fazer movimentos de rotação. Se optar por retirar com os dedos, use um pano e no fim lave muito bem as mãos.

Se encontrar uma carraça em si ou no seu filho, retire-a de imediato e não entre em pânico uma vez que só uma percentagem muito pequena de carraças está infectada. Só deve procurar o médico se surgirem queixas ou sinais de doença.

 

Referencias: Enciclopédia Familiar da Saúde - Editora: Ediclube,

Última atualização desta página:

Poderá querer ler também sobre
      

publicidade

   

Faça o seu comentário

L.Rego on 09/06/2009 18:34:41
avatar
Olá e obrigado pelos esclarecimentos. Após a picada, se aparecerem os tais sintomas de febre, vómitos, etc., qual o antibiótico mais indicado para ajudar o organismo humano a reagir, eliminando a bactéria do sistema? Ouvi falar da Doxiciclina, mas temo que seja informação desactualizada, pois consta dum prontuário do Infarmed com vários anos de existência.
Qualquer informação é, desde já, agradecida.
Thumbs Up Thumbs Down
-1
Admin on 09/06/2009 22:55:48
avatar
O Conhecer Saúde não é constituído por médicos. Os artigos são fruto de várias pesquisas e conhecimento pessoal.
Quanto ao antibiótico, não conseguimos informar porque depende de médico para médico.
Para poder comprar o antibiótico tem que ir sempre a um médico, pelo que não precisa de se preocupar.
Thumbs Up Thumbs Down
0
Nadia on 20/06/2009 21:39:50
avatar
Olá, tenho cães em casa, há 3 meses detectei carraças nas orelhas deles, limpei o meu quintal com creolina e as carraças desaparecem durante, mais ainda ontem verifiquei que ja voltar novamente. Por caso disso ja estou com medo, que ate ja penço desfazer-me dos cões. o que faço para os meus caões não terem essa praga? como me protejo das carraças?
Thumbs Up Thumbs Down
0
Maria Oliveira on 28/06/2009 23:26:41
avatar
A carraça deve combater-se no corpo do animal e no meio que o rodeia. Sempre que o levar a passear, deve evitar lugares infestados e examiná-lo no regresso a casa.
Encontram-se à venda no mercado variados produtos para o combate das carraças, tais como líquidos, sprays e colares.
Nunca dispense o conselho do veterinário, que lhe poderá indicar não só o produto mais adequado como também o método mais eficaz para combater o parasita.
Thumbs Up Thumbs Down
0
Inês Conceição Marques on 28/07/2009 21:29:05
avatar
Olá, o meu filhote tem febre da carraça. Já está medicado com antibiótico mas estou preocupa. Ele tem uma picada que se tornou numa mancha preta. O que eu queria saber era se a carraça que eu não cheguei a ver desapareceu. Se a mancha significa que mordeu e saiu. Obrigado. Com os melhores cumprimentos, Inês
Thumbs Up Thumbs Down
0
Maria Oliveira on 30/07/2009 00:17:51
avatar
A mancha negra, costuma surgir quando o local da picadela está a cicatrizar. Convém sempre observar e se achar que a mancha aumenta, consulte o seu médico.
Thumbs Up Thumbs Down
0
Lisete on 01/05/2010 14:09:24
avatar
O meu cão foi atacado por carraças e levei-o ao veterinário, foi desinfestado, colocaram-lhe uma pipeta para que durante algum tempo este não volte a ser atacado por estas pragas, mas já passaram três dias e ele continua a coçar-se e a morder-se, ou seja, ainda tem carraças, é normal o produto demorar a fazer efeito?Ele está a sofer!Fiquei chocada com o comentário acima de pensarem abandonar os animais por estes terem carraças, são pessoas que não valem nada e julgo essas pessoas, porque os animais não são objectos que se possam atirar para o lixo, quem o faz até deveria ir para a cadeia como em certos países.Gostaria de saber se é aconselhável tosquiar o cão por completo para o livrar das carraças.
Thumbs Up Thumbs Down
1
Maria Oliveira on 08/05/2010 14:59:01
avatar
Lisete, o Conhecer Saúde não tem conhecimento nessa área. Ligue ao veterinário que o observou, ele conhece o cão.
Thumbs Up Thumbs Down
1
LUCIA GONÇALVES on 13/06/2010 23:46:39
avatar
fui passar o domingo a uma aldeia e a dada altura num campo, eu , o meu filho, e os meus pais tinhamos as pernas cravadas de carraças, tratei logo de as sacudir do meu filho pois estava de calções. estou preocupada. chegamos a casa fomos para a banheira e eu ainda trazia duas....
Thumbs Up Thumbs Down
-3
maria on 20/07/2010 09:12:50
avatar
Bom dia. Tenho uma cadelinha pequena e nos ultimos tenho encontrado varias carraças "perdidas" pela casa. Inclusive algumas muito mas muito pequeninas. Tambem tenho uma bebe de 1 ano que passa o tempo de um lado para o outro e que tem muito contacto com o cao.
O que devo fazer ou a quem recorrer para saber o perigo que corremos?
Ha hipotese de alojarem em nos? Dentro dos uvidos ou assim?
Thumbs Up Thumbs Down
0
1 2 next 16 1 - 10
  • email Enviar a um amigo
  • print Versão p/ impressão
  • Plain text Texto
  • Plain text Acompanhe o Conhecer Saude no Twitter




Tags
Info do(a) Autor(a)
image , concluiu Curso Superior de Enfermagem em 1996 e a Licenciatura em Enfermagem em 2001. Fez em 2003 o Curso Inicial de Formadores e renovou em 2008. Editora do Conhecer Saúde.
Health On the Net Foundation


Publicidade