Home | Adultos | Estomatite - Causas, Sintomas e Tratamento

Estomatite - Causas, Sintomas e Tratamento

Tamanho da fonte: Decrease font Enlarge font
image

publicidade

Estomatite refere-se a uma série de condições que conduzem à inflamação, dor ou inchaço na boca. As aftas e herpes labiais são dois exemplos de estomatite. A condição geralmente desaparece em 10 dias ou menos, mas os tratamentos podem ajudar a reduzir os sintomas desagradáveis ​​que se pode experimentar.

Sintomas da estomatite
Existem muitos tipos de estomatite, e cada um pode provocar os seus próprios sintomas.

A Estomatite Herpética é uma condição em que um vírus causa a inflamação e úlceras na boca. Os sintomas incluem:

  • Bolhas na boca, particularmente sobre a língua, bochechas e parte posterior da língua
  • Uma borda vermelha ao redor dos lábios
  • Dificuldade para engolir
  • Febre antes aparecem bolhas
  • Irritabilidade
  • Dor na boca
  • Gengivas inchadas
  • Úlceras na boca

A Estomatite nem sempre causa bolhas. Outros sintomas associados com a doença incluem:

  • Inchaço nas gengivas e boca
  • Lesões brancas ou feridas
  • Uma sensação de ardência na boca, embora a boca pareça normal
  • Incapacidade para comer
  • Dormência da boca
  • Manchas vermelhas na boca

O médico pode avaliar o sintomas e as causas potenciais. Se necessário, pode também recomendar tratamentos.

Causas da Estomatite
Um número de fatores podem causar estomatite, variando de fungo a vírus até aos ferimentos na boca. Algumas causas comuns incluem:

  • Infeção por vírus, bactérias, ou fungos, tais como Candida albicans
  • Lesão ou trauma na boca
  • Uso do tabaco
  • Quimioterapia ou radioterapia
  • Condições do sistema imunitário, tais como lúpus, doença de Crohn ou a doença de Behçet
  • O uso de aparelhos dentários ou lesão de um dente

Se a estomatite for resultado de um trauma, tais como uma queimadura da boca num copo de café quente, a causa é conhecida. Se for uma infeção por bactérias ou vírus, a causa não será tão clara, sem diagnóstico de um médico.

Diagnóstico da doença
Durante a consulta, o médico irá começar por examinar a boca e fazer perguntas sobre quanto tempo se está a experimentar os sintomas da estomatite. Provavelmente vai pedir ao paciente para explicar os seus sintomas e a taxa da dor numa escala de 1 a 10. O paciente pode ser solicitado a pensar quais foram os potenciais fatores contribuintes, como uma lesão ou um determinado medicamento tomado.

A maioria dos casos são diagnosticados com base num exame físico e história médica. No entanto, o médico pode solicitar exames laboratoriais adicionais para verificar um determinado vírus ou bactéria, ou para excluir outras condições.

Tratamento da Estomatite
O tratamento da estomatite depende das condições da causa.

Para as infecções virais, os tratamentos podem incluir:

  • Medicamentos anti-virais, tais como o aciclovir
  • Uma dieta líquida para minimizar a irritação
  • Cremes analgésicos aplicados na boca para minimizar a dor

Se o paciente tiver uma infecção viral, pode ser altamente contagiosa. Evitar contato com a pele sobre a área de irritação. Lavar as mãos com frequência para evitar a transmissão do vírus para outra pessoa.

Os corticosteróides podem ser prescritos para todos os tipos de estomatite, uma vez que ajudam a reduzir a inflamação. Para infeções bacterianas, estas podem ser tratadas com antibióticos. Analgésicos para gargarejar também podem ser prescritos.

Em casa, o paciente pode lavar a boca com água salgada e tomar um analgésico como o paracetamol, enquanto a área afetada continua a curar. Evitar alimentos muito quentes ou frios e bebidas, pois estes podem agravar a estomatite.
Consultar o  médico se os sintomas não desaparecem após 10 dias, se desenvolver febre, ou se a irritação espalhar-se para outras áreas da face.


Referencias: http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/ency/article/001383.htm

Última atualização desta página:

Poderá querer ler também sobre
      

publicidade

   

Faça o seu comentário

  • email Enviar a um amigo
  • print Versão p/ impressão
  • Plain text Texto
  • Plain text Acompanhe o Conhecer Saude no Twitter




Info do(a) Autor(a)
image , concluiu Curso Superior de Enfermagem em 1996 e a Licenciatura em Enfermagem em 2001. Fez em 2003 o Curso Inicial de Formadores e renovou em 2008. Editora do Conhecer Saúde.
Health On the Net Foundation


Publicidade