Home | Adultos | Tendinite no ombro

Tendinite no ombro

Tamanho da fonte: Decrease font Enlarge font
image Desportos de risco: natação, surf, ténis e todos os que impliquem lançamentos, podem provocar-lhe uma fractura

publicidade

O que é?

A articulação do ombro estabiliza graças à acção da coifa dos rotadores do ombro que é composto por quatro músculos: o supra-espinhoso, infra-espinhoso, subescapular e redondo menor. A função dos quatro é manter a cabeça do úmero contra a cavidade glenóide evitando movimentos excessivos e deslocamentos indesejáveis. A tendinite (também conhecida como tendinitis da coifa dos rotadores do ombro ou síndrome do impacto) resulta de um excesso do uso dos tendões destes músculos e a consequente inflamação.

Como se lesiona?

As causas mais frequentes são a falta de técnica dos movimentos e a forma errada de levantar pesos, o uso excessivo da articulação do ombro ou os desequilíbrios musculares num dos quatro músculos implicados. Isto ocorre muito nos desportos em que os ombros se levantam repetidamente acima da cabeça. À volta do ombro convergem muitas forças musculares e a tendinite produz-se quando se criam desequilíbrios na força ou na duração de uma delas.

Sintomas

Uma dor aguda na parte superior do ombro quando levanta o braço acima da cabeça durante a prática de desporto, ou uma dor atrás do ombro depois do jogo. É possível que oiça um estalo. Em casos crónicos, a coifa dos rotadores do ombro podem romper-se, o que pode implicar uma intervenção cirúrgica.

Trate-o

Use o método DGCE (Descanso, Gelo, Compressão e Elevação) e um gel anti--inflamatório na zona afectada nas primeiras 48 horas. A tendinite do ombro costuma reaparecer, por isso, se não responder ao tratamento de DGCE e se prolongar durante mais de duas semanas, deverá consultar um fisioterapeuta para prescrever exercícios de estabilização e um tratamento especializado. Se sofreu um golpe no braço e não pode levantá-lo mais de 90 graus é possível que tenha uma coifa dos rotadores do ombro. Recorra imediatamente a um médico ou vá às urgências.

Quanto tempo

estará de baixa Se seguir o tratamento adequado, não deverá ficar fora de jogo mais de 14 dias. Em casos leves, com os devidos cuidados, é possível que não tenha de parar de fazer desporto: terá apenas de mudar a técnica de treino ou reduzir o tempo de jogo. Como regra, se a dor é tão intensa que tem de deixar de jogar, então descanse até que esteja curado. No entanto, se só sente dor depois de fazer desporto, use a técnica DGCE depois de cada sessão, faça alongamentos e consulte um fisioterapeuta.

Evite

Alongue os dorsais e o peito durante os exercícios de aquecimento e nos alongamentos finais. No ginásio, trabalhe os estabilizadores do ombro como os trapézios, e durante o treino da parte superior do corpo, mantenha os ombros para trás e para baixo para ganhar estabilidade nos ombros. Se nada ou pratica surf, lembre-se de alongar os dorsais especialmente durante os alongamentos finais.

 

Fonte:

Men's Health

Última atualização desta página:

Poderá querer ler também sobre
      

publicidade

   

Faça o seu comentário

adriana chagas coelho on 04/06/2011 18:18:49
avatar
bom,sou membro do conhecer saúde há 2dias mais é muito legal,muito interessante pois fala de saúde, sou tecnica em enfermagem pois mi interessa bastante gostei muito...
Thumbs Up Thumbs Down
0
1 1 - 1
  • email Enviar a um amigo
  • print Versão p/ impressão
  • Plain text Texto
  • Plain text Acompanhe o Conhecer Saude no Twitter




Tags
Info do(a) Autor(a)
Health On the Net Foundation


Publicidade