Home | Adultos | Íleo paralítico

Íleo paralítico

Tamanho da fonte: Decrease font Enlarge font
image

publicidade

Os intestinos são órgãos do tubo digestivo. Estes dividem-se em intestino grosso ou cólon e intestino delgado. Por sua vez, o intestino grosso divide-se em cólon ascendente, transverso e descendente e o delgado em duodeno jejuno e íleo.

O trânsito intestinal, progride com a ajuda dos movimentos contrácteis normais da parede intestinal. No íleo paralítico, estes movimentos estão temporariamente interrompidos.

Origem

- Valores alterados de alguns iões do sangue (electrólitos) como por exemplo, níveis baixos de potássio e altos de cálcio.

- Infecção

- Diminuição do fornecimento de sangue ao intestino, devido a vários factores como a ruptura de uma artéria (artéria mesentérica) ou veias intestinais.

- Insuficiência renal

- Alguns medicamentos

- Hipotiroidismo – baixa actividade da glândula tiroideia

- Fracturas bacia, coluna, etc.

- Coágulo dentro do abdómen

- Cirurgia ao abdómen, reverte passado um a dois dias.

Sinais e sintomas

- Dor tolerante.

- Obstipação (a pessoa não consegue evacuar, mesmo com medicação para o efeito).

- Distensão abdominal – a barriga aumenta, pode estar um pouco mais dura do que o habitual.

- Ausência de sons intestinais – o médico ausculta a barriga com o auxílio de um estetoscópio, os ruídos do intestino estão ausentes ou muito fracos.

Diagnóstico

O médico faz o diagnóstico com base nos sinais e sintomas apresentados e exame físico.

O médico pode pedir exames complementares de diagnóstico, como análises ao sangue, Rx e colonoscopia, para determinar a origem da obstrução e prescrever o tratamento.

Tratamento

O tratamento implica internamento. O doente fica em dieta zero (fica sem comer), é colocado uma sonda no nariz até ao estômago (entubação nasogástrica) para aliviar a pressão e administrar medicação, se necessário.

O médico prescreve soroterapia para repor alguns electrólitos e hidratar o doente.

O íleo paralítico raramente evolui para perfuração dos intestinos.

 

Referencias: Diagnóstico e Terapêutica em Medicina Interna - Otto Miller

Última atualização desta página:

Poderá querer ler também sobre
      

publicidade

   

Faça o seu comentário

  • email Enviar a um amigo
  • print Versão p/ impressão
  • Plain text Texto
  • Plain text Acompanhe o Conhecer Saude no Twitter




Tags
Info do(a) Autor(a)
image , concluiu Curso Superior de Enfermagem em 1996 e a Licenciatura em Enfermagem em 2001. Fez em 2003 o Curso Inicial de Formadores e renovou em 2008. Editora do Conhecer Saúde.
Health On the Net Foundation


Publicidade